terça-feira, 21 de abril de 2015

[Resenha]: Mentirosos - E. Lockhart

Olá leitores, hoje o livro resenhado é Mentiroso da autora  E. Lockhart, um livro delicioso, cheio de mistério e reviravoltas.

Confira:






Editora: Seguinte
Ano de lançamento2014
Numero de páginas: 272
Minha Avaliação: ♥ ♥ ♥   


Sinopse:
Cadence vem de uma família rica, chefiada por um patriarca que possui uma ilha particular no Cabo Cod, onde a família toda passa o verão. Cadence, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat (os quatro "Mentirosos") são inseparáveis desde os oito anos. Durante o verão de seus quinze anos, porém, Cadence sofre um misterioso acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos, tentando juntar as lembranças sobre o que aconteceu.


Cadence faz parte da família Sinclair; eles são um tipo de família em que a aparência é tudo. Harris Sinclair é o patriarca da família, depois da morte da esposa, suas três filhas brigam pela sua herança, assim ele usa essa desculpa para controlar sua filhas.

 Ela é filha de Penny, prima de Mirren e Johnny seu melhor amigo é o Gat, juntos eles são os Mentirosos.  Todos os verões desde os seus oito anos de idade, eles passam suas férias em Beechwood, a ilha particular da família.

A história começa em si quando Cadence tem 15 anos, quando os Mentirosos começam a perceber todos os problemas que os Sinclair possuem. Gat que não é da família vê esses problemas e tenta mostrar aos outros,  tudo o que há de errado nos Sinclair. È nesse ano também que ela sofre um grave acidente misterioso e começa a ter dores fortes de cabeça e uma amnésia.



.E é ai que tudo começa, temos a forte amizade dos Mentirosos, uma família movida pelas aparências mas que está em declínio e Cadence tentando relembrar o que aconteceu no seu verão dos quinze.

Não conhecia a autora, mas ouvi falar muito sobre esse livro e só coisas boas. Então resolvi ler, e que surpresa boa, amei o livro e o final é de tirar o folego.

Amei a narrativa da autora, e a maneira como ela levou a historia a um fim brilhante. Ela faz metáforas ótimas ao longo do livro, o que faz o leitor pensar e quase viver a angustia da personagem.

"Mirren é açúcar, curiosidade, e chuva."
( Cadence, pág 18)

Fiquei louca para saber toda a verdade que a família estava escondendo de Cadence, a narrativa em primeira pessoa faz com que o leitor saiba o mesmo que a personagem; deixando o livro muito misterioso e com um forte ar de mistério.

"Senti o amor correr de mim para Gat e de Gat para mim.
Estávamos aquecidos e tremendo,
jovens e velhos,
e vivos." 
(Cadence, pág 38)

A capa possui um acabamento fosco o que me irritou muito porque ela sempre ficava mancha só de tocar, achei muito mal feito isso. A diagramação está ótima, não encontrei erros, no inicio do livros temos o mapa da ilha e a 'árvore' genealógica da família Sinclar.

Eu amei o livro, o começo eu achei bem parado por isso não dou cinco estrelas; mas tem uma hora que a historia esquenta e a leitura flui. Recomendo se você gosta de livros de suspense e de superação