sexta-feira, 24 de julho de 2015

[Resenha]: Objetos Cortantes - Gillian Flynn

Olá leitores, hoje o livro resenhado é  Objetos Cortantes da autora Gillian Flynn.

Confira:





Editora: Intrínseca.
Ano de lançamento2015
Numero de páginas: 254
Minha Avaliação: ♥ ♥ ♥  


Sinopse:

Uma narrativa tensa e cheia de reviravoltas. Um livro viciante, assombroso e inesquecível. Recém-saída de um hospital psiquiátrico, onde foi internada para tratar a tendência à automutilação que deixou seu corpo todo marcado, a repórter de um jornal sem prestígio em Chicago, Camille Preaker, tem um novo desafio pela frente. Frank Curry, o editor-chefe da publicação, pede que ela retorne à cidade onde nasceu para cobrir o caso de uma menina assassinada e outra misteriosamente desaparecida.
Desde que deixou a pequena Wind Gap, no Missouri, oito anos antes, Camille quase não falou com a mãe neurótica, o padrasto e a meia-irmã, praticamente uma desconhecida. Mas, sem recursos para se hospedar na cidade, é obrigada a ficar na casa da família e lidar com todas as reminiscências de seu passado. Entrevistando velhos conhecidos e recém-chegados a fim de aprofundar as investigações e elaborar sua matéria, a jornalista relembra a infância e a adolescência conturbadas e aos poucos desvenda os segredos de sua família, quase tão macabros quanto as cicatrizes sob suas roupas.

Ainda não tinha lido nenhum livro dessa autora, sinto que Objetos cortantes ter sido minha primeira leitura dela foi uma sorte, pois eu simplesmente amei a escrita da autora, a maneira como ela explorou o passado sombrio da protagonista foi sem duvida a cereja em cima do bolo.


A protagonista Camille Preaker é repórter de um jornal pouco famoso em Chicago, seu chefe a manda para sua cidade natal, Wind Gap, para cobrir os casos de duas crianças que foram assassinadas e tiveram seus dentes brutalmente arrancados, chagando lá ela se depara com uma cidade devastada pela morte e pelo medo de que mais assassinatos contra crianças ocorra.  

Para piorar a situação de Camille ela terá que se hospedar na casa onde ela morou quando criança, o mesmo lugar onde vivia com sua irmã já falecida, assim tristezas e magoas antigas serão reavivadas. 

A polícia não colabora com a reportagem de Camille muito menos as famílias das vítimas que estão super indignadas e sensíveis com as mortes recentes. Wind Gap, como toda cidade pequena, é recheada de fofocas e Camille se aproveita desse fato para começar sua própria investigação.  Assim ao longo do livro vamos acompanhar ela tentando desvendar as mortes e descobrir quem é o verdadeiro assassino.




Esse mistério me fez ler o livro em dois dias, a cada capitulo que lia eu mudava de opinião de quem era o assassino das meninas e no final eu já não sabia mas em quem apostar. E que final maravilhoso, nada de previsível. Confesso que fiquei com medo da autora pecar no final, pois já li vários livros de suspense que o enredo foi ótimo mas chegando no final decepção.




Quando eu terminei a leitura duas palavras vieram a minha cabeça para descrever o livro: "Perturbador"  e ''Intenso", acho que eu nunca li um livro tão cru se você for um leitor fraco de estômago melhor pensar bem antes de ler esse livro, algumas partes são bem pesadas e a autora não esconde até onde pode chegar a sordidez humana. A Camille Preaker, é uma personagem que foi muito bem desenvolvida, com um passado e um presente muito bem pensado e obscuro o oposto de varias outras protagonistas cheias de frescuras que se faz de boa moça.


“Em inglês a depressão é chamada de blues, mas eu ficaria feliz em despertar para um mundo azulado. Para mim a depressão é amarelo-urina. Quilômetros exaustos de mijo fraco.” 
                                                                                                        (Camille Preaker - Pág.68)


Amo essa capa, ela segue o mesmo padrão de Garota exemplar. Li ele no Kindle, lá eu achei diagramação muito boa, não encontrei erros ao longo da narrativa. O livro como um todo tem uma aparência bem simples e meio sinistra, amei isso.


Amei a autora, já estou lendo Garota Exemplar. Espero ler todos os livro publicados dela e vê se ela mantem o nível.


Se você gosta de um romance meloso, não leia esse livro, porque ele tem tudo menos romance fofinho. Por outro lado se você ama mistério, suspense e uma boa dose de Sherlock Holmes esse livro é perfeito para você assim como foi para mim.